© Pedro O Correia | Não basta o Divino

Esta é uma ameaça letal, invisível e silenciosa, e que não estava presente no conjunto de perigos que imaginamos poder um dia vir a enfrentar. Fomos apanhados de surpresa pelo acontecimento, que à luz de algumas histórias que me contaram na infância, poderia ser entendido como um castigo divino. E nós, para reduzir a probabilidade de chocarmos com o inimigo, temos de procurar abrigo na nossa Arca de Noé e manter-nos protegidos, enquanto a praga durar. 

Perante a ameaça que não compreendem, os humanos têm necessidade de sentir conforto e segurança, e tendem a apelar à protecção divina. É humano, mas não basta.  É que os anjos não existem, mas era tão bom que existissem…


Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrPrint this pageEmail this to someone