Notas biográficas


Bruno CastroLicenciado em Ciências da Comunicação (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa), o seu percurso pessoal e profissional centra-se nos domínios da gestão e da fotografia. Colabora com o Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desde 2012, primeiro como aluno de vários cursos e workshops, depois como formador e membro da equipa. Fotograficamente assume um particular interesse pela abordagem documental. Expôs colectivamente em Lisboa, em 2014, no Espaço DOCUMENTA, ao abrigo do projecto “Hold Still, Keep Going Revisitado”, de narrativa fotográfica em película e a partir da obra de Robert Frank, integrada na Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira 2014. Também em 2014, publicou a título individual os ensaios fotográficos “Travel Spaces”, “We of the Night” e “A Idade do Vinho”, nas revistas F:STOP, Flack e TEMA,  respectivamente. Nos últimos anos tem pesquisado e investido na compreensão do livro fotográfico e nas diversas formas de publicação fotográfica, nomeadamente independente, e de curadoria expositiva. É director da Revista TEMA, publicação internacional editada pelo MEF dedicada à Fotografia Documental.


Cláudia Camacho | Licenciada e Mestre em História da Arte. Doutoranda em História da Arte Contemporânea (Facultad de Bellas Artes, Universidad Complutense, Madrid). Curadora de diversas exposições em territórios nacional e internacional. Coordenadora do sector educativo no Festival PhotoEspaña|07. Em 2009 é-lhe atribuído o prémio/bolsa de curadora residente convidada pela Academy of Fine Arts and Design para o European Month of Photography, em Bratislava, Eslováquia. Coordenadora do Ciclo de Debates da ARTELISBOA 2011 e do Ciclo de Debates sobre Arte Contemporânea do Festival IN – Inovação e Criatividade 2013. Em 2014 é-lhe atribuída a bolsa para o programa Erasmus para Jovens Empreendedores, em Londres (University College London). É directora da AntiFrame, empresa nacional especializada em consultoria artística e responsável pelo Alibi – Guia de Exposições e Eventos de Arte Contemporânea em Portugal.


Gonçalo Valverde | Trabalhando como gestor de projectos na área das telecomunicações, as viagens cedo fizeram parte da sua vida. Mas foi quando marcou um vôo para a Índia e partiu com o mínimo de planeamento possível, que se deu o clique e deixou de ser um turista e se tornou um viajante. A partir daí viajar tornou-se quase tão essencial e natural como respirar, tendo passado por destinos tão diversos como a Sérvia, Irão, Vietname, Bósnia, China ou Marrocos num total de 44 países, deixando laços de amizade em 4 continentes. Tem organizado viagens de grupo à Índia e Marrocos privilegiando o contacto local.
Frequentou já vários cursos e workshops de fotografia do MEF, Atelier de Lisboa e Hélice. Participou em diversas exposições fotográficas colectivas tanto a nível nacional como internacional.
Foi também um dos fundadores do extinto Adube bar, o primeiro bar de Wold Music de Lisboa sendo também responsável pela sua programação cultural.


José Carlos Carvalho | Nasceu em Luanda, 1970. Com o curso de fotografia do Ar. Co, iniciou a sua carreira na imprensa regional, sendo posteriormente convidado para ingressar no Correio da Manhã. Foi repórter fotográfico e editor de fotografia no Diário de Notícias, de onde saiu para a revista Visão. Atualmente, leciona no Instituto Português de Fotografia e no Instituto Politécnico de Tomar. Vencedor de vários prémios de fotografia, já realizou várias exposições individuais e coletivas.


José L. Diniz | Está no ensino da Fotografia desde 1998, tendo sido também consultor técnico e diretor da revista Super Foto Digital – de 2005 a 2010 – e membro do Painel de Fotografia da EISA. Com caráter pontual, colaborou com outras revistas de referência, tanto no âmbito da Fotografia – como é o caso de O Mundo da Fotografia Digital – como no da divulgação científica e cultural, onde se destaca a National Geographic (Portugal), como fotógrafo e articulista freelancer.


José Oliveira | Mestre em História da Arte Contemporânea (UNL-FCSH) e professor de Fotografia e Cultura Visual. É investigador integrado no Instituto de História da Arte e colaborador externo do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian. É actualmente bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia (Ministério da Educação e Ciência) para o desenvolvimento da tese de doutoramento, e foi igualmente bolseiro do Centro Português de Fotografia (Ministério da Cultura) no apoio à execução da tese de mestrado.


Luís Rocha | Licenciado em Antropologia, o seu percurso pessoal e profissional centra-se nos domínios da fotografia documental, da fotografia de espectáculo e do retrato fotográfico e enquanto formador em fotografia tem lecionado em diversos estabelecimentos de ensino quer na vertente do ensino formal quer na vertente não-formal, sendo presentemente o responsável pedagógico no MEF, do qual é Diretor Artístico e Presidente da Direcção desde 2002. Em termos de formação fotográfica, possui o Curso de Imagem e Artes Visuais na Escola António Arroio e o Curso de Fotografia Profissional do IADE. Diplomado pela APAF com o curso de Fotografia e pelo Instituto Politécnico de Tomar com o Curso de Conservação e Restauro de Fotografia e Processos Fotográficos do séc. XIX. Diplomado pelo Centro de Arte e Comunicação Visual (ARCO) com o Curso de História da Fotografia. Pelo Centro de Formação Profissional de Artes Gráficas e Multimédia obteve Formação Pedagógica de Formadores. Entre 2012/2018 foi formador dos Workshop de Fotografia Documental na Índia, Marrocos, São Tomé e Príncipe, China, Arménia, Vietname, Camboja e Irão.


Mário Galiano | Estudou na escola de artes António Arroio e iniciou a sua carreira como fotógrafo freelancer em 1990. Especializou-se a retratar celebridades e tem colaborado com várias publicações e agências de meios.


Nelson d‘Aires | Formado na área da construção civil, abandona a actividade em 2005. Em 2006 estabelece-se como fotógrafo independente dedicando-se à fotografia documental, cumprindo assim o desejo de se dedicar a tempo inteiro à pesquisa e ao desenvolvimento da Fotografia que começou a aprender no ano de 2002 como autodidacta.


Pedro Padinha | Licenciado em Economia com especialização em cooperação para o desenvolvimento, o seu percurso pessoal e profissional começou com uma incursão em diversas ONG’s e IPSS’s desde o ambiente ao cicloturismo passando pelo mutualismo. Teve um primeiro contacto com o mundo da cooperação para o desenvolvimento em São Tomé e Príncipe. Possui diversos cursos de fotografia do MEF. Em 2015, pelo MEF, organizou e acompanhou o workshop de fotografia documental em São Tomé e Príncipe. Desde 2012, concebe programas e proporciona experiências fotográficas para pequenos grupos pela Turquia, Irão, Itália e Portugal.


Tânia Araújo | Licenciada em Audiovisual e Multimédia na Escola Superior Comunicação Social. Tem o curso Profissional de Fotojornalismo pelo CENJOR. Entre 2012/2018 foi produtora dos Workshop de Fotografia Documental na República da Arménia, Índia, Marrocos, São Tomé e Príncipe, China e Irão. Em 2012 realizou uma formação pedagógica e fotográfica no Centro Madre Trindade em Dilor – Timor-Leste. Jovem Criadora selecionada para representar a comitiva portuguesa no 1º Congresso Internacional da Juventude “Great Silk Way”, Baku – Azerbaijão, 2012. Desde 2003 faz parte dos órgãos diretivos do MEF – Movimento de Expressão Fotográfica. Em 2011 realizou uma residência artística pela Scoala de Poetica Fotografica “Francisc Mraz”, em Bucareste e uma residência artística no projeto EVA – Exclusão de Valor Acrescentado – Bairro da Bela Vista, em Setúbal, a convite do Clube Português de Artes e Ideias, financiado pelo Programa Escolhas e pela Secretaria de Estado da Cultura/ DGArtes. Seleccionada na área de fotografia no Concurso Jovens Criadores em 2009 e 2010. Em 2009 e 2017 foi artista finalista nos Encontros de Imagem Braga.


Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrPrint this pageEmail this to someone