Envia-me um postal!


Convidámos os nossos amigos, sócios e alunos a participarem no desafio Envia-me um Postal!. Com a participação de 28 autores, o desafio contabiliza 59 fotografias selecionadas e finais. Optámos por selecionar imagens de todos os envios que recebemos, de uma a três, construindo assim a narrativa final com todos os participantes. Agradecemos a participação de todos e esperamos que o produto final seja do vosso agrado. Estamos agora na fase de organizar e dar corpo impresso aos trabalhos. O processo está mais lento devido à fase em que nos encontramos, sujeitos a todos os impedimentos provocados pela pandemia, mas iremos conseguir dar seguimento a este projecto. Brevemente daremos mais notícias. 

RESULTADOS Com a participação de 28 autores, o desafio Envia-me um Postal! conta com 59 fotografias selecionadas.

O aparecimento do postal ilustrado encontra-se associado ao turismo moderno que teve o seu advento sobretudo a partir dos começos do século XX. O postal ilustrado nunca pretendeu constituir-se como um registo histórico de um acontecimento, contudo, com o decorrer do tempo, as imagens que o postal reproduz vieram de certa forma a tornar-se um documento histórico na medida em que acabaram por registar uma realidade que existia ao momento do seu registo.

Coleção de Postais

É justamente a partir desta observação que propusemos, neste desafio, uma reflexão sobre a utilização deste meio. Pretendeu-se, ao utilizarmos a facilidade de comunicação do postal ilustrado, explorar as valências de utilização integrada de um meio que, pelas significações histórico-culturais que lhe são intrínsecas, gera empatia no receptor. O postal ilustrado é em simultâneo um meio de comunicação interpessoal, um instrumento de difusão associado às indústrias culturais, um objecto de consumo e um objecto de colecção. O desafio Envia-me um postal! pretende trabalhar o registo de um quotidiano divulgado através do bilhete postal. Queremos apontar para um conceito de história viva, onde os autores possam registar as suas vidas como participantes activos.

Como objetivo primordial, o projecto Envia-me um postal!, pretende o registo de narrativas partilhadas num suporte de memórias, utilizando para isso a publicação em postal ilustrado como método de resgate da história sócio-afetiva.

Através da disponibilização de imagens autobiográficas que reflitam uma vivência quotidiana, construiremos um registo do presente, promovendo a possibilidade de construção de uma memória actual da sociedade. 

METODOLOGIA OPERACIONAL

Cada participante inscrito, recebeu em casa três postais (em branco) e foi convidado a fixar uma imagem em cada postal, impressa, acompanhada de uma nota sobre a sua origem ou situação retratada.

Após esta fase, os postais foram devolvidos para o Movimento de Expressão Fotográfica por correio ou entregues directamente na nossa sede – mas demos preferência ao envio por correio, pois o selo dos correios é um dos elementos constituintes do postal ilustrado e registo também ele de uma memória. Para apresentação final do trabalho, pretendeu-se uma edição fac-similada dos postais originais. Foi constituída uma coleção com as melhores propostas. A coleção final e total dos postais selecionados será objecto de publicação e de venda, com o valor dessa venda a reverter para os projectos de dinamização social do MEF.

O desafio Envia-me um postal! não é lançado em forma de concurso, no entanto o MEF apenas selecionou as melhoras propostas, reservando-se ao direito de não publicar os trabalhos que não se encontrassem dentro do conceito do desafio: um registo autobiográfico.

A participação nesta actividade foi gratuita. Só os trabalhos selecionados serão objecto de publicação e de divulgação. Cada participante selecionado receberá gratuitamente uma coleção de postais.

Inscrição Envia-me um postal!

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrPrint this pageEmail this to someone